segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Aceitar diferenças...

Tenho notado um acumulo de ódio entre as pessoas. Será esse um sintoma do capitalismo feroz ou apenas a verdadeira natureza humana?

Li uma vez, que após a Alemanha ter sido derrotada, os EUA enviaram uma equipe de psicólogos para Berlim, para iniciarem um estudo sobre o comportamento alemão.

O que levaria uma pessoa, que mora ao lado de uma familia Judia a mais de 30 anos, denunciá-la para a SS, mesmo sabendo que após isso, esta família seria enviada e posteriormente morta em um Campo de Concentração? Essa equipe ficou aproximadamente 2 anos pesquisando e chegaram a uma conclusão resumida em uma única palavra "antipatia". Quando li essa reportagem, não entendi direito, mas tempos depois percebi e entendi desse modo: A tendência ao ódio, que o ser humano possui é muito grande, lutamos diariamente contra nosso pensamentos negativos e muitos não conseguem vencer essa batalha. A consequência vemos todos os dias nos telejornais.

Ódio só leva ao Ódio, e a escória Nazista mostrou quão baixo o ser humano pode chegar. Uma triste lição aprendida as custas de muitas vidas.

5 comentários:

Tony Eterno disse...

muitos não conseguem VENÇER essa batalha.

Tony Eterno disse...

No mais, suas dissertações são muito bem feitas.

Punk Star disse...

Bom, se quer saber mais recomendo ler O Mal-Estar na Civilização do Freud, onde ele explica essas e outras questões, ligando essa "tendência" à violência ao libido, à opressão da sexualidade.

Outra abordagem boa é do mestre Bauman no O Mal-Estar na Pós-Modernidade. Boa para educadores, como você.

Sombra do Nery disse...

Um pequeno erro na palavra "Vencer",creio que não voltará a acontecer.

Thorpe disse...

Recentemente na frança, os partidos de extrema-direita pregam propaganda política completamente Xenofóbica. E o pior de tudo, é que grande parte de seus candidatos sempre vão à segundo turno nas eleições por lá.